Guest Post: Frango do Campo

Esta semana, o nosso Guest Post é dedicado ao blog Frango do Campo. E é tãoooo delicioso 🙂

O seu blog é um
pessoal tem receitas com uma perspetiva muito natural, muito do campo. Sente
que é mais fácil manter uma alimentação saudável nesse ambiente?
Penso que não. Já vivi em Lisboa por exemplo, e apesar de
ter uma vida mais stressante e horários mais complicados de gerir, conseguia
manter uma alimentação saudável. É preciso é força de vontade para fazer uma
boa gestão do tempo. Preparar a marmita na véspera e ter sempre à mão snacks
saudáveis é uma óptima forma de nos mantermos afastados das tentações.
Reparei que as suas receitas são bastante ricas em legumes e
fruta. Costuma ter essa preocupação na sua alimentação diária?
Sem dúvida. Tenho a felicidade e a sorte de ter uns avós que
durante toda a vida cultivaram uma pequena horta. Sinto que sou uma felizarda
porque nunca me lembro de ter comprado legumes. Criámos o hábito de comer
sazonalmente o que a Natureza nos dá. Se esta é a época das couves, kiwis e
laranjas não vamos comprar tomates ou courgettes. Aprendi a reinventar os
pratos para usar sempre legumes e fruta da época e não há refeição onde eles
não estejam presentes.
Costuma pensar nas receitas que vai fazer durante a semana ou
cria simplesmente consoante a sua inspiração?
No dia-a-dia costumo cozinhar consoante o que há no
frigorífico 🙂 Normalmente ao jantar é sempre sopa ou peixe (cozido ou grelhado) com salada ou
legumes. Aos almoços aposto em pratos de carne ou em pratos vegetarianos com
hidratos de carbono.  Gosto de planear os
jantares de fim-de-semana para amigos, de folhear um bom livro e procurar
inspiração.
Sente que as tendências alimentares têm vindo a mudar ao
longo do tempo ou os seus leitores continuam a procurar o mesmo tipo de
receitas desde o início do blog?
Não. Sinceramente não sinto que tenha havido alguma mudança
de tendência. Mas acredito que em todos os blogues as receitas favoritas sejam
os doces 🙂 No meu caso, mais do que irem atrás das receitas, sinto que muitos dos meus
leitores procuram as minhas histórias, as aventuras (agrícolas ou não) que
conto em tom de desabafo. Gosto muito de partilhar receitas mas gosto ainda
mais de escrever. E muitas vezes os comentários dos leitores são sobre as
histórias e não sobre as receitas, o que não deixa de ser curioso 🙂
Quando chega a casa tarde e tem que preparar um jantar
rápido e saudável, em que receitas é que pensa?
Primeiro vejo se tenho sopa no frigorífico 🙂 Depois procuro ovos
(tento sempre que nunca falhe). Adoro ovos mexidos, omeletes no microondas
(quando não apetece mesmo ter trabalho nenhum) ou legumes salteados.
De uma forma geral, os produtos que usa no seu dia-a-dia são
fáceis de encontrar?
Sim. Apesar dos legumes e a maior parte da fruta vir do
quintal dos meus avós, o resto encontra-se facilmente em supermercados. Como
vivo perto da praia, no Verão há sempre peixe fresco do mar que aproveito para
comprar.
Onde costuma fazer as suas compras alimentares?

Em supermercados, talhos da minha confiança e alguns
produtos mais difíceis de encontrar nas lojas Celeiro.
Que receita saudável sugere aos nossos leitores?

Couscous de cogumelos e bróculos romanescos
Para 2 pessoas
Informação Nutricional Aproximada por pessoa: 263Kcal; 27.5g de HC; 13.4g de Lípidos; 10.8g de Proteína

Ingredientes:
1 chávena de couscous
1/2 brócolo romanesco 
100 gramas de cogumelos frescos ou secos
1/2 cebola
1/2 colher de chá de paprika
azeite q.b
Preparação:
Separe as folhas exteriores do romanesco e divida os floretes. Numa panela com
água com sal, coloque os floretes e deixe ferver por 3 a 5 minutos.
Numa frigideira antiaderente salteie a cebola laminada num fio de azeite.
Junte os cogumelos e a paprika e salteie mais uns 2 minutos. Desligue o fogão.
Junte os couscous e 1 chávena de água da cozedura dos brócolos.
Tape bem cerca de 5 minutos, destape e com um garfo misture bem.
Sirva morno.

0 Comentários

Deixar Comentário