Castanhas, sim ou não?

Chegando a esta altura já se vêm vendedores de castanhas um pouco por todo o lado. E a verdade é que muitas pessoas que as adoram me perguntam se podem comer todos os dias, se elas têm algum benefício para a saúde, quantas podemos consumir por dia etc… Por isso, o post de hoje é dedicado a responder a algumas dessas questões. Durante o mês de Novembro vou aproveitar para ir publicando algumas receitas à base de castanha para que possam tirar o máximo partido deste fruto seco tão tradicional e saudável.
  1. Contêm cerca de 221 kcal/100 g – equivalente a aproximadamente 12 castanhas;
  2. São uma boa fonte de vitamina C, de tiamina (B1), de piroxila (B6), de potássio (K) e de fósforo;
  3. São um dos frutos secos com mais hidratos de carbono (45,5 g/100 g) e menos quantidade de gordura (1,3 g/100 g);
  4. São pobres em sódio e ricas em potássio, podendo ser consumidas por pessoas com hipertensão ou que têm muita tendência para retenção se líquidos;
  5. Têm vitamina A, B e E, cálcio, fósforo, ferro e folatos;
  6. Podem comprar-se frescas ou congeladas sendo que as suas propriedades nutricionais não se alteram grandemente;
  7. As melhores formas de consumir são assadas ou cozidas.

Por isso lembre-se, apesar de as castanhas serem saudáveis e, dentro dos frutos secos, serem os que contêm menos gordura e calorias, não devemos abusar no seu consumo.  Se fizer um lanche de 12 castanhas deverá evitar consumir mais alimentos nessa refeição. O ideal será consumir uma quantidade mais pequena por dia, até 6, e integrá-las num regime alimentar equilibrado.
0 Comentários

Deixar Comentário