Como fermentar legumes

Este é, provavelmente, o tópico que mais abordo nos meus workshops. Devemos consumir um bocadinho de probióticos todos os dias, a bem do nosso sistema imunitário e, por isso mesmo, devemos consumir alimentos fermentados. Como já escrevi no blog sobre a importância dos probióticos hoje escrevo-vos mesmo só sobre como fermentar legumes. Este processo de fermentação deixa-os ricos em probióticos e podemos juntá-los de seguida às sopas, aos nossos cozinhados normais ou consumi-los mesmo assim como um snack, por exemplo. 
Este processo de fermentação faz com que as “más” bactérias morram e que os lactobacillus (“boas” bactérias) sobrevivam e convertam a lactose e os açúcares presentes em ácido láctico. Este ácido serve, não só para preservar os alimentos, como para lhes conferir um sabor mais ácido, muito característico dos tradicionais pickles. 
Como se faz?
Ingredientes base – legumes a gosto
  • Cenouras
  • Rabanetes
  • Rábano
  • Courgete
  • Pepino
  • Couve flor
  • Beterraba
  • Brócolos
  • etc…

+

Temperos e equipamento
  • Sal, flor de sal ou sal dos himalaias
  • Água
  • Frasco de vidro
  • Ervas aromáticas (opcionais mas ajudam a dar um sabor excelente aos legumes)

Instruções
  • Coloque vegetais e ervas aromáticas a gosto num frasco de vidro deixando algum espaço para cobrir com água. 
  • Junte 1 colher de sobremesa por cada chávena de água que usar e dissolva bem o sal na água.
  • Verta a mistura de água e sal sobre os legumes até encher o frasco. Feche bem o frasco.
  • Guarde o frasco à temperatura ambiente sem exposição à luz solar durante uma a três semanas (se estiver calor não deixe mais do que uma semana). 
  • Abra o frasco para experimentar o sabor. Se os vegetais estiverem crocantes e com um sabor ácidos use-os. Se não precisar de todos guarde o frasco no frigorífico durante até um mês. 

0 Comentários

Deixar Comentário