Receitas saudáveis com superalimentos

Apesar de não existir uma definição
científica oficial do que constitui um superalimento, sabe-se que estes são
alimentos que contêm níveis elevados de determinados nutrientes como vitaminas,
minerais ou fitoquímicos e que se demonstram especialmente benéficos para a
saúde.
Contrariamente ao que muitas
pessoas pensam, muitos deles são alimentos fáceis de encontrar e de cozinhar e
com preços bastante acessíveis. No entanto, actualmente já encontramos vários
superalimentos, sobretudo na sua forma desidratada, que têm origem em diversas
partes do mundo, e que recentemente foram associados a benefícios para a saúde
devido ao seu elevado teor de antioxidantes.
No meu novo livro, “Superalimentos, refeições com mais vida” encontrará receitas
que combinam estes dois grupos de superalimentos e que o ajudarão a ter uma
alimentação mais funcional e preventiva. No entanto, reforço que nenhum
superalimento poderá compensar uma alimentação desequilibrada, qualquer que
seja o seu benefício para a saúde. Se seguir uma alimentação disfuncional, rica
em açúcares e gorduras saturadas, a ingestão de superalimentos poderá ajudar a
atenuar alguns “estragos” na saúde mas, não será suficiente para eliminá-los.
Chegámos a uma fase em que a forma
como conduzimos a nossa vida se está a tornar crucial para a manutenção do
nosso bem- estar e do dos nossos filhos. Existem mais de 2 mil milhões de
pessoas com excesso de peso e obesidade, e mais de 42 milhões de crianças que
já se encontram nesta situação. Com mais de metade das mortes no mundo e mais
de um terço das doenças incapacitantes com causas que poderiam ter sido evitadas
pelo estilo de vida e a alimentação, é de extrema importância seguirmos um
regime alimentar que, não só tem uma capacidade de complementar as nossas
necessidades nutricionais e energéticas, como tem também a capacidade de
fortalecer o nosso sistema imunitário e de nos ajudar a combater diversos
factores de risco como o fumo do tabaco, a poluição, o stress oxidativo, os
pesticidas, ou o açúcar.
Por essa razão, decidi criar um workshop de cozinha que se centra em explicar que alimentos estão nesta categoria de superalimentos e porquê, que
outros podem ajudar a complementar uma alimentação vegetariana saudável para que esta seja
mais funcional e ainda, como podemos preparar e cozinhar estes alimentos no
nosso dia-a-dia.
A ideia será passarmos uma manhã no Cool Cook Club com as mãos na massa a conhecer novos ingredientes, a saber como cozinhá-los, a perceber como é que eles devem ser conjugados para que possamos tirar o máximo partido de uma alimentação vegetariana sem falhas, sem excessos e sem falta de nutrientes. Venha daí, vamos aprender a dar mais vida às nossas refeições.
O workshop tem o valor de 55e, inclui degustação/refeição completa com os pratos preparados e é limitado a 12 vagas.
Inscreva-se em contact@loveat.pt. 

 

0 Comentários

Deixar Comentário