5 coisas que precisa mesmo de fazer para deixar de petiscar ao fim da tarde

Já vos falei aqui das frases que eu mais ouço em consulta não já? Quase todos os meus posts começam assim na realidade 🙂 Bem vamos então a mais uma “Mafalda eu porto-me super bem todo o dia, o problema é que chego a casa ao fim do dia e só me apetece petiscar.” A chamada hora do lobo é, realmente, tramada! Passamos um dia inteiro distraídos a trabalhar e atarefados com o que temos para fazer e quando chegamos a casa parece que vamos descomprimir com o pão, as bolachas e as batatas fritas. Não faz sentido pormos todo um dia bem comportado a perder certo? Então vamos lá ver algumas estratégias que podemos adotar para acalmar esta compulsão:

  1. Tudo começa no caminho para casa

Já repararam que quando apanham trânsito ou o metro está a transbordar, ou apanham uma chuvada antes de chegarem a casa sentem muito mais vontade de ir buscar esse conforto aos alimentos? Pois isto acontece!! Nos próximos dias tentem fazer um esforço consciente para relativizarem mais estas pequenas turbulências do dia-a-dia. Costuma-se dizer “se não os podes vencer junta-te a eles”, então vamos tentar fazer isso mesmo e ignorar os tansos do trânsito, eles não vão deixar de existir e nós é que vamos engordar com tanto petisco 🙂

     2. Comer bem antes de entrar em casa

Um dos truques para evitar estes petiscos ao chegar a casa é lanchar bem à tarde e, se for preciso, fazê-lo 2 vezes. Comer rasgadamente ajuda a que deixemos de chegar a casa cheios de fome às 19h. Muitas vezes ando com caixinhas de frutos secos na mala ou no carro para poder fazer o lanche que me esqueci antes de chegar. E o tempo que demoro a chegar a casa permite-me sentir a saciedade suficiente para não chegar ao armário e atacar o que me aparecer à frente.

      3. Antes de qualquer outra coisa, recorrer à sopa

Sopa fora do jantar pode parecer estranho mas é um truque muito simples para quem chega e tem que ir cozinhar ou dar banho aos miúdos e não vai logo jantar. A sopa sacia, faz um “peso” no estômago que nos deixa aconchegados e permite-nos evitar petiscar aqui e ali até nos sentarmos efetivamente para jantar.

    4.  Hidratar

Já sabem que a fome e a sede andam muito de mão dada uma com a outra. Façam um chá quentinho quando chegam a casa, ou bebam uma água aromatizada. As propriedades das infusões ou ervas aromáticas ajudam-nos a acalmar, hidratam e evitam a necessidade constante de petiscar e aqueles pensamentos de “uhh pão quentinho, vou só roubar um bocadinho” e 10 minutos depois. “ups, já foi o pão todo”. 😉

    5.  Só coisas boas, mesmo à mão de semear

Se não conseguem controlar petiscar o pão quentinho por que é que o continuam a comprar? E isto aplica-se às bolachas. Ouço imensas vezes “mas é para dar aos miúdos” ou “o meu marido precisa de pão ao jantar”. Desde quando é que os miúdos precisam de bolachas ou que alguém precisa de pão às refeições principais? São só desculpas que usamos para não sairmos da nossa zona de conforto. Pensem fora da caixa. Os miúdos ficam bem na mesma se lhes dermos fruta ou iogurte? Claro que sim! Se fizermos um bom jantar, com tudo o que um prato saudável precisa, o pão está lá a fazer alguma coisa? Claro que não! Ok, resolvemos uma parte. Agora, se vão ter vontade de petiscar na mesma, é bom que recheiem o frigorifico e a despensa de bons snacks. Palitos de cenoura, hummus, guacamole, iogurte ou bebidas vegetais, fruta, muitos legumes, ovos (até já podem ter alguns cozidos), sopa, pudins de chia, bolinhas energéticas, frutos secos e muito mais.

O que acham destas dicas? Vão ajudar? Identificam-se com o que escrevi? Contem-me tudo 🙂

Fotografia CV Love

1 Comentários

Deixar Comentário