Massa, couscous ou bulgur?

Quando se fala em couscous ou bulgur parece existir sempre uma dúvida: será que são mais saudáveis que a massa?

A massa tipo esparguete é feita à base da sêmola de trigo que é posteriormente desidratada e consumida, neste caso, sob a forma de finos fios.

O Couscous tem a sua origem em Marrocos e é composto por pequenas bolas de massa de semolina, uma espécie de farinha de trigo mais grossa. Apesar de o couscous só apresentar uma diferença de cerca de menos 50kcal por 100g relativamente ao arroz branco, na maioria das vezes, acaba por ser mais saudável pois contém hidratos de carbono complexos. Estes hidratos de carbono apresentam-se, maioritariamente, sob a forma de amido que é absorvido de forma mais lenta. Além do couscous derivado do trigo, já se encontram também couscous feitos a partir de farinha de arroz,  milho ou espelta. De forma geral, para cozer o couscous basta cobri-lo com água a ferver e deixar repousar com uma tampa durante 5 minutos. Depois é só soltar com um garfo.

O bulgur é também feito a partir do grão do trigo. Quando o grão do trigo começa a germinar, os grãos são pré-cozidos, secos e partidos. O bulgur, tal com a massa, deve ser cozido durante cerca de 12 minutos.

Ao analisar a composição nutricional dos 3 chega-se aos seguintes dados:

  • 100g de Massa tipo esparguete cozido contém: 158 kcal, 0,93g de lípidos, 30,86g de hidratos de carbono e 5,8g de proteínas. Fibras: 2,5g
  • 100g de couscous cozido contém: 112 kcal, 0,16 g de lípidos, 23,33g de hidratos de carbono e 3,79g de proteínas. Fibras: 2,2g
  • 100g de bulgur cozido contém: 83 kcal, 0,24 g de lípidos, 18,58g de hidratos de carbono e 3,08g de proteínas. Fibras: 4,5g

Entre estas três opções a melhor seria o bulgur. Comparativamente à massa e ao couscous, o bulgur contém teores mais interessantes de fibra e é a menos calórica das 3. Além das calorias, Sendo feito a partir de trigo germinado, o bulgur contém um teor em minerais mais elevado, sendo uma boa fonte de potássio.

Se é amante de massa, não se precisa de preocupar, porque não tem de consumir sempre o bulgur. Quando possível tente consumir massa integral de farinhas como aveia, centeio ou mesmo trigo integral. O importante é ir variando e consumir os alimentos em quantidades adequadas e adaptadas a si.

0 Comentários

Deixar Comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.