S01EP15 Jejum Intermitente

S01EP15 Jejum Intermitente

            Neste episódio venho falar-vos de um tema que tem gerado muita controvérsia na atualidade e desmistificar o conceito de jejum associado ao emagrecimento. Começo desde logo por vos dizer que não há relação entre o jejum e o emagrecimento. O jejum intermitente é uma estratégia para que o nosso corpo esteja mais ativo a se regenerar e a estar mais atento e alerta. Contudo, este pode ser feito aliado a uma restrição calórica ou não. 

            O Jejum intermitente consiste em estar durante um período de tempo sem comer (entre 12h a 18h), sendo que, durante este período, é preciso ouvir o nosso corpo e perceber quando está na altura de parar. Só deve ser feito se nos sentirmos bem a fazê-lo, sem nenhuns sintomas associados a uma quebra glicémica (Ex: irritabilidade, sentir mal, fadiga, stress). Quando aconselho em consulta fazer jejum, uso-o como estratégia de compensação, dando o exemplo de 2 maneiras de o fazer, ou ao fim de semana, com o consumo de refeições mais livres e um menor gasto energético, ou durante a semana, quando se realiza uma refeição livre ao jantar, só voltando a comer, no dia seguinte, quando sentir fome. Estas duas formas abordadas, são as que, para mim, são as mais equilibradas de fazer jejum intermitente e assim, manter um balanço equilibrado. Quando é que o jejum intermitente pode ser associado ao emagrecimento? Quando a este, se acrescenta uma redução calórica ao longo do dia. Para além disto, quando em jejum, o corpo induz o processo de cetose, o que também favorece o emagrecimento. Ao longo deste episódio, falo-vos um pouco da ligação entre a dieta cetogénica e o jejum.

            Qual a melhor altura do dia para fazer jejum? O nosso corpo rege-se pelo ciclo do sol logo, durante o dia é quando está mais ativo. Por esta razão, a melhor altura é à noite, quando o corpo precisa de menos energia. Contudo, a maioria das pessoas tem dificuldades a fazê-lo à noite pelo que deixo algumas dicas que o podem ajudar.

            A evidência tem associado o jejum intermitente a diversos benefícios para a saúde, se for feito da forma correta. É importante ir percebendo qual a melhor estratégia para nós e para o nosso corpo. Para além de uma estratégia alimentar, é uma estratégia de saúde, mas não é uma estratégia de perda de peso.

Submeter comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

ENTRETANTO NA NiT