S02EP01 Glutén e Lactose

S02EP01 Glutén e Lactose

São imensas as pessoas que quando começam a ter problemas digestivos, pensam logo que pode ser devido a intolerâncias à lactose ou ao glúten, mas a verdade é que grande parte apenas tem sensibilidade a certos alimentos. Por esse motivo, neste episódio venho falar-vos do glúten e da lactose, o que são, onde se encontram e desmistificar alguns conceitos associados a estes. 

            O glúten tem origem de duas proteínas insolúveis, a gliadina e a glutenina, presentes nas sementes de alguns cereais como trigo, cevada, centeio e aveia, estando por isso presente em diversos alimentos. A intolerância ao glúten origina a doença celíaca, que afeta 1% da população da europa e 1-3% da população portuguesa. Esta consiste numa inflamação crónica da mucosa intestinal sempre que é consumido glúten, desencadeando reações imunológicas contra o intestino, que modificam a estrutura da mucosa, o que leva a uma diminuição da absorção de nutrientes, aumento do risco de outras doenças e surgimento de variados sintomas. Sendo indicado uma dieta ausente de glúten. Na sensibilidade ao glúten, os sintomas são, na sua maioria, idênticos, mas neste caso o recomendado será fazer uma redução do consumo de alimentos com glúten para perceber se é isso que afeta ou causa estes sintomas.

            A lactose é o açúcar naturalmente presente no leite e, por ser um açúcar complexo (glucose e galactose), necessita de uma enzima que divida estas moléculas, a lactase, e assim permitir uma melhor digestão. A intolerância à lactose é cada vez mais comum. Em Portugal, estima-se que 40% da população tenha intolerância à lactose. No entanto, é igualmente importante salientar que intolerância à lactose é diferente de alergia à proteína do leite. Na intolerância há uma sensibilidade que se pode revelar por problemas gastrointestinais, da pele ou respiratórios, sendo o tratamento aconselhado uma redução de consumo de produtos lácteos ou optar por produtos sem lactose. Na alergia, as reações envolvem o sistema imunitário, logo os sintomas vão estar mais ligados à imunidade e não à parte gastrointestinal, sendo necessário a eliminação completa do consumo de produtos lácteos, mesmo que sejam sem lactose.

            A proteína wheyé um derivado do leite, tal como o leite em pó, os iogurtes, as natas, os molhos, os queijos menos curados, pelo que é importante ter em atenção à presença de lactose. Nestes casos, tanto do glúten como da lactose, é importante saber interpretar os rótulos alimentares, não só para perceber se o produto contém a presença dos mesmo ou vestígios, como para perceber se os produtos são de qualidade nutricional. Não ter a presença de glúten ou lactose, não significa que estes produtos sejam mais saudáveis ou menos calóricos.

Comentários: 1

  • Adriana
    7 Outubro, 2020

    Olá Mafalda, adoro seu insta com dicas, artigos e ouvi hoje pela primeira vez seu podcast!
    Sou brasileira, mas graças a Deus por causa do português consigo acompanhar 99%!
    Gostaria muito de contribuir porém o valor do real comparado com o euro fica inviável pra mim!
    Deus abençoe seu trabalho!
    Gratidão e admiração
    Adriana Shibata

Submeter comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

ENTRETANTO NA NiT