S02EP02 – Entrevista Leonor Cício – Alimentação saudável para crianças, em casa e na escola

podcast papa

S02EP02 – Entrevista Leonor Cício – Alimentação saudável para crianças, em casa e na escola

A minha convida neste episódio é mãe de três filhos, muito prática e, exatamente por isso, vem falar-nos de como organiza as refeições em casa, como é a dinâmica familiar entre fazer refeições para três crianças com gostos e experiências diferentes e como as educa a terem respeito pela sua saúde e alimentação. É verdade que cada família é uma família e tem a sua organização, mas o meu objetivo é que através deste episódio sintam alguma inspiração e vejam um outro lado daquilo que é a gestão familiar.

Conta-nos do seu percurso e de como surgiram as suas redes sociais (Instagram, Podcast, Blog), tendo como principal objetivo ajudar a desmistificar e a simplificar a alimentação infantil. O seu interesse pela alimentação saudável começou a partir do momento em que teve o seu primeiro filho, pois considerava que devia ser um exemplo para ele, segundo as suas palavras “a alimentação dos nossos filhos está muito dependente das nossas opções e hábitos”. Refere-nos também como é importante ensiná-los a haver um equilíbrio entre o que é regra e o que é exceção (guloseimas), para haver uma abordagem emocional saudável com a comida.

Começou por diminuir o consumo de alimentos processados e ter mais atenção aos rótulos e depois passou para uma alimentação vegetariana. Todas estas transições foram feitas de forma gradual, tornando-se mais fácil a adaptação por parte de toda a família. No que toca aos seus filhos, fala-nos das suas reações e como os ensinou a compreender e respeitar e, que desde pequeninos interagem com os alimentos, ajudando-a na cozinha, o que a seu ver é importante para os expor e consciencializar para certos perigos. Para além disso, na sua experiência de introdução alimentar, refere que cada filho foi tendo uma adaptação diferente, acabando por ter sido um misto entre o método tradicional e o BLW. Realça que apesar de tudo o que se diz, é preciso avaliar o bebé e perceber o que eles gostam, pois não há um método perfeito, todos são válidos. Contudo, mostra-nos que há realmente diferenças entre os dois métodos na evolução das crianças, sendo que, as que passam pelo BLW têm uma grande capacidade de aprender e ganham uma experiência muito sensorial e completa. Por isso, aconselha que mesmo com um método tradicional, entre os 6 e 8 meses, ir dando pedaços de comida ao bebe. Desmistifica alguns medos dos pais e atenta para alguns erros que vão cometendo durante a alimentação infantil e a precursão desses um dia mais tarde.

Terminamos falando do método de organização das refeições em casa com as crianças, a qual nos diz que é muito complicado planear antecipadamente. Para si, o ideal é ter uma grande variedade de alimentos na dispensa, alguns preparados no congelador e haver sempre sopa. Para os lanches, já refere fazer maiores quantidades ao fim de semana e congela para depois ser mais fácil de preparar ou ter preparado o que eles mais gostam para levar na lancheira. Deixa-nos também algumas dicas de receitas que tem no seu blog e que as crianças mais gostam.

Submeter comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

ENTRETANTO NA NiT