Será que devo fazer um diário alimentar para me ajudar a perder peso?

diário alimentar

Será que devo fazer um diário alimentar para me ajudar a perder peso?

Criar um diário alimentar onde escrevemos tudo do que comemos, pode parecer algo estranho, mas é extremamente útil! Quando registamos os alimentos que ingerimos, as horas a que o fizemos, quantas refeições diárias, tornamos mais consciente a nossa forma de nos alimentarmos e esta é uma oportunidade de reflexão e correção de erros. 

Fazer registo semanal torna-se mais eficiente, o ideal é até que sejam várias semanas, de forma a que englobem os dias em que há exceções (fins de semana e feriados), em que pode haver desvios à rotina, com alguns abusos alimentares. 

Esta pode ser uma ferramenta interessante, não só na educação alimentar do paciente, como um apoio ao nutricionista, de forma a identificar hábitos, verificar o que pode ser melhorado, perceber quais os alimentos e estratégias a delinear para a obtenção de melhores resultados.

Faça o seu diário alimentar com registos do que come e exercício que vai fazendo. Estar mais ciente das suas escolhas e hábitos, faz aumentar o seu empenho e consciência do seu estado de saúde, o que a vai ajudar a concentrar-se mais nas questões que precisa de resolver ou mudar.

Como construir o seu diário alimentar?

1.Começe por fazer um cabeçalho com o dia da semanadata.

2.Vá registando ao longo do dia: refeições principais(pequeno almoço, almoço e jantar), os snacks pequenoslanches maiores.

3.Coloque sempre a horaa que comeu elocal.

4.Registe o nível de fome: muita fome, média ou pouca; se comeu por impulso ou por compensação emocional.

5.Descreva o pratoalimentosporções(ex: uma colher de arroz, duas batatas médias, uma posta de peixe tamanho médio, uma maçã pequena, 12 bagos de uvas…).

6.Registe a quantidade de águaque bebeu ao longo do dia.

7.Registe os dias em que fez exercício físicoa duração e hora a que treinou;

8.Descreva se sentiu algum desconfortoque tenha sentido a seguir a uma refeição (para posterior avaliação com o profissional de saúde).

9.Mantenha o registo durante o período entre consultas.

Artigo escrito por Joana Moura, Nutricionista.

Submeter comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

ENTRETANTO NA NiT