Como fazer com que as crianças comam mais fruta?

crianças e fruta

Como fazer com que as crianças comam mais fruta?

Quando a criança se encontra na sua fase de desenvolvimentoé imprescindível que nenhum nutriente lhe falte.

Todos os pais tentam que a criança experimente e coma ao máximo todos os alimentosbenéficos. O objetivo é a saúde da criançae esta pode ser influenciada e alterada de diferentes formas. Uma das formas que os pais encontram é através da alimentação. A alimentação encontra-se muito ligada à prevenção e proteção de muitas doenças, por isso é bom que não seja rejeitada ou menosprezada.

A fruta acaba por fazer parte de um dos alimentos fundamentaispara a alimentação de todos, até tem um lugar próprio na roda da alimentação.

É importante variar o consumo de frutae a sorte é que existem inúmeras frutas, pelo que é quase impossível alguém não gostar de nenhuma.

Aintrodução da fruta na alimentação das crianças pode ser um processo complicado e deve ser acompanhado por um profissional de saúde. Por vezes o mais difícil é a manutenção da ingestãoquando as crianças crescem, pois verifica-se alguma resistência.

Devemosprocurar diversas estratégiaspara fazer com que a criança coma fruta e não devemos deixar-nos afetar pela frustraçãoquando a resistência se verifica. O importante é evitar trazer essa tensãoao de cima e pressionar em demasia.

13 estratégiaspara ingestão de frutas:

  • Seja recreativo.
    • Faça jogos: Pegue numa fruta, peça para que a criança adivinhe qual a cor da fruta por dentro e ofereça para provar. Experimente com o abacate, kiwi, maçã, melancia, entre outros.
    • Invista na apresentação da mesma. Faça formas e animais quando dispuser a mesma no prato.
    • Dê nomes apelativos.
  • Ofereça fruta enquanto estão distraídos. Aproveite enquanto estão a ver televisão para oferecer fruta em pedaços ou frutas pequenas (amoras, mirtilos, framboesas, uvas, cerejas, entre outras) para se assemelhar a pipocas.
  • Incorpore em diferentes pratos. Por inteira, pedaços ou ralada.
    • Saladas
    • Iogurte
    • Bolachas e bolos
    • Cereais da manhã
    • Como acompanhamento de alguns pratos.
  • Utilize o frigorifico ou congelador.
    • Para fazer smoothies e gelados.
    • Faça bolas com a melancia, melão e meloa, utilizando a colher própria para gelados.
  • Envolva a criança no momentode compra e preparação.
  • Deixeque a criançaescolha a peça que quer.
  • Brinquecom ossentidos.Deixe que a criança toque e cheire as frutas antes de comer.
  • Misture diferentes frutas e faça uma salada de frutasTambém pode utilizar o método de espetadas de fruta, basta comprar palitos grandes.
  • Utilize diferentes métodos de confeção. Asse, coza, faça puré, entre outros.
  • Combinecomespeciarias.
  • Regue um uma colher de chá de chocolate negro ou manteiga de amendoim/caju/amêndoa, o que preferir.
  • Varie e opte por diferentes peças evitando repetição. Não desista! Se nota muita resistência por uma peça de fruta em específico, deixe passar algum tempo antes de voltar, a sorte é que o que não falta por aí é fruta variada.
  • Seja um exemplo. Explique os benefícios da melhor maneira possível sem que se torne um aborrecimento para a criança e coma fruta em frente dela.

Gostou deste tema? Leia este artigo “Quantas peças de fruta devemos comer por dia?”

Oiça o nosso episódio do podcast onde entrevistamos a Leonor Cicio sobre alimentação infantil.

Para um aconselhamento mais personalizado, agende a sua consulta de nutrição com a nossa Nutricionista Materno-Infantil, Dra Marta Magriço: https://zappysoftware.com/martamagrico

Artigo escrito por Inês Simões Alves (3671NE), Nutricionista Loveat

Referências bibliográficas

Adan, R. A. H., van der Beek, E. M., Buitelaar, J. K., Cryan, J. F., Hebebrand, J., Higgs, S., … Dickson, S. L. (2019). Nutritional psychiatry: Towards improving mental health by what you eat. European Neuropsychopharmacology. doi:10.1016/j.euroneuro.2019.10.011 

Guzek, D., Głąbska, D., Groele, B., & Gutkowska, K. (2020). Role of fruit and vegetables for the mental health of children: a systematic review. Roczniki Panstwowego Zakladu Higieny71(1), 5–13. https://doi.org/10.32394/rpzh.2019.0096

Hayhoe R, et al. (2021) Cross-sectional associations of schoolchildren’s fruit and vegetable consumption, and meal choices, with their mental well-being: a cross-sectional study. BMJ Nutrition, Prevention & Health 2021, 4. doi: 10.1136/bmjnph-2020-000205

Submeter comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.