Como escolher atum em lata

salada de atum e lentilhas

Como escolher atum em lata

No post de hoje vamos perceber como escolher atum em lata.

Cuidados a ter:

  • Verificar o estado da embalagem e rejeitar as que estejam embalagens danificadas e inchadas.
  • Escorrer a lata e passar o atum por água corrente para retirar o óleo ou azeite.
  • Verificar as condições de armazenamento antes da compra e rejeitar embalagens que estejam expostas ao calor ou em ambientes húmidos.
  • Quando abrir a lata, observar o aspeto do conteúdo, cheiro e sabor.
  • Após aberto, se não consumir tudo, colocar num recipiente fechado dentro do frigorifico e não deixar mais de um dia.
  • Preferir atum ao natural em vidro ou atum de lata em azeite.
  • Rejeitar latas com a presença de açúcar na tabela nutricional.

Qual a maior preocupação?

Os peixes predadores (que consomem outros peixes) e de maior tamanho tendem a acumular mais mercúrio nos seus tecidos. Visto que no atum em lata normalmente é utilizado um atum pequeno e leva um tratamento para ser enlatado, em geral, contém menos teor de mercúrio que um atum fresco.

Todos os peixes que vivem em águas mais profundas apresentam maiores teores de metais pesados que são prejudiciais à saúde. As grávidas são as que devem ter mais atenção a estes riscos pois podem pôr em causa a saúde do bebé, pois podem mesmo envenená-los sem saber que os estão a ingerir a níveis elevados. Em geral, os enlatados são produzidos de forma controlada e com esses teores mais contidos, mas é melhor evitar o seu consumo. 

O que importa reter?

Importa reter então a razão para este cuidado a ter “Preferir atum ao natural em vidro ou atum de lata em azeite”. Devido à presença dos metais da lata importa saber que a melhor solução é escolher o atum em azeite, pois os metais acabam por ficar no azeite e não vão para o atum, contrariamente ao que acontece com o atum em água de lata.

Por esta razão é que se deve escorrer azeite do atum e passar o mesmo por água corrente, ou então optar por atum embalado no vidro, sendo que é uma forma menos comumente presente nos supermercados.

Tendo em conta que convém escorrer o atum, as possibilidades de escolha de um atum temperado de várias maneiras acaba por não ser uma alternativa muito viável. É preferível comprar atum em azeite e fazer o que foi recomendado anteriormente, temperando à sua maneira com os ingredientes presentes em casa.

Top 3 de atum em azeite

Top 3 de atum em água

Top 3 de atum em óleo

Gostou deste tema? Experimente esta receita: Salada de atum e lentilhas verdes

Para um aconselhamento mais personalizado, agende a sua consulta de nutrição em https://zappysoftware.com/loveat

Artigo escrito por Inês Simões Alves (3671NE)

Referências bibliográficas

Craveiro, C., Real, H., Barbosa, M., Xará, S., Carvalho, T., & Rodrigues T. (2016). Pescar Saúde. Associação Portuguesa dos Nutricionistas, nº39. Disponível em: https://www.apn.org.pt/documentos/ebooks/E-book_pescado.pdf

FDA (2019). FDA/EPA 2004 Advice on What You Need to Know About Mercury in Fish and Shellfish. https://www.fda.gov/food/metals-and-your-food/fdaepa-2004-advice-what-you-need-know-about-mercury-fish-and-shellfish

FDA (2020). Advice about Eating Fish. https://www.fda.gov/food/consumers/advice-about-eating-fish

García, M. Á., Núñez, R., Alonso, J., & Melgar, M. J. (2016). Total mercury in fresh and processed tuna marketed in Galicia (NW Spain) in relation to dietary exposure. Environmental science and pollution research international23(24), 24960–24969. https://doi.org/10.1007/s11356-016-7634-9

Nicklisch, S., Bonito, L. T., Sandin, S., & Hamdoun, A. (2017). Mercury levels of yellowfin tuna (Thunnus albacares) are associated with capture location. Environmental pollution (Barking, Essex : 1987)229, 87–93. https://doi.org/10.1016/j.envpol.2017.05.070

Ormaza-González, F. I., Ponce-Villao, G. E., & Pin-Hidalgo, G. M. (2020). Low mercury, cadmium and lead concentrations in tuna products from the eastern Pacific. Heliyon, 6(7), e04576. https://doi.org/10.1016/j.heliyon.2020.e04576.

Submeter comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.