Blog

As frutas e legumes são essenciais para uma vida saudável e devemos consumir 3 a 5 porções de fruta e mais de 400g de vegetais diariamente. Escolher e comer local na época ideal, não só nos ajuda a tirar maior partido da relação qualidade/preço, como é uma garantia de termos alimentos mais saborosos e ricos em nutrientes. Portugal é conhecido pela produção de grande diversidade de produtos hortícolas, desde os vegetais mais comuns, a variedades que só se encontram no nosso país. Em relação aos produtos hortícolas, existe um esforço de incentivo à produção nacional, no entanto, relativamente à fruta, apenas

Com a chegada da pandemia COVID-19, ficámos mais em alerta sobre o papel importante que o nosso sistema imunológico e intestino, desempenham na saúde em geral.  Devemos começar por fazer uma alimentação equilibrada e variada, baseada em alimentos frescos, naturais, densos em nutrientes. Numa alimentação mais rica em vegetais e frutas, há um maior aporte de fibras prebióticas que ajudam ao desenvolvimento de uma microbiota intestinal equilibrada e saudável. O aporte de vitaminas e minerais será maior, o que permite que todos os mecanismos autorreguladores funcionem melhor. Faça algumas alterações pequenas e fáceis, para incluir mais prebióticos na sua alimentação: Descasque menos, sempre

Chips de couve kaleMaça assada recheadaLeite dourado (golden milk)Muffins de Claras e queijoTostinhas de sementes e chiaParfait de chia e framboesaGelado de banana e manteiga de amendoimGrão CrocanteIogurte vegetal Mousse de abóbora e laranjaBolinhas energéticas de cacau e amendoimMaçã assadaSmoothie cremoso de amendoim e chocolateHummus de grão e cenoura assados com curcuma + palitos de cenouraPera assada com mel e limãoBarquinhos de bananaLatte de abóbora e especiariasBowl Proteica de cacau  

O glifosato é um dos herbicidas mais usados no planeta, e o elemento ativo de um dos pesticidas mais controversos, o Roundup. Este é comumente utilizado em agricultura intensiva (especialmente em países da América do Norte e América do Sul), de forma a melhorar a resistência das espécies vegetais às pragas. Assim, é possível o aumento da produtividade de algumas culturas que servem o planeta, tais como: o milho, trigo, soja e outras, que são geneticamente modificadas, para conseguirem sobreviver à pulverização do pesticida, podendo depois manter níveis desadequados do pesticida em forma de resíduo. Os efeitos da exposição ao glifosato têm

Trouxe a Oksi para o podcast para falarmos sobre alimentos fermentados, uma das áreas que mais explora no seu trabalho e sobre a qual tem E-books e workshops publicados (espreitem que valem muito a pena). Lançou este ano um livro chamado Vegetal a 100% onde podem encontrar inúmeras receitas para uma alimentação vegetariana mais sustentável e, sobretudo,  muitas dicas para fazerem produtos como tofu, "queijos" ou iogurtes vegetais.  Falámos sobre as propriedades destes fermentados, os cuidados a ter e por que é que devemos considera-los numa alimentação equilibrada. Espero que goste!

A spirulina é uma cianobactéria comestível que cresce em várias partes do mundo, em lagos e oceanos subtropicais de água salgada. (1) Existem várias espécies mas, as mais conhecidas são Spirulina maximaee a Spirulina platensis.A sua coloração pode ser azulada devido ao teor em fitocianinas, esverdeada devido à clorofila ou alaranjada devido à presença de carotenoides na sua constituição. Em Portugal, encontramos sobretudo a versão verde. (2) Ao contrário do que se pensa, a spirulina não é um alimento recente, já é utilizada há milhares de anos por civilizações antigas, tanto no México como em África, que habitavam perto de lagos. (2) É pouco calórica (aproximadamente 10kcal

O colagénio é das proteínas mais abundantes no organismo e também das mais importantes. (1) Existem vários tipos de colagénio e apesar destes apresentarem algumas características em comum, desempenham diferentes funções relacionadas com a manuntenção dos tecidos, como manter as células unidas e fortes, contribuir para a cicatrização e/ou regeneração da pele em caso de corte ou cirúrgia, auxiliar na hidratação do corpo e também está relacionado com o processo de envelhecimento humano. (2) De forma geral, ao escolher um suplemento de colagénio deve ter em consideração esta tipologia: Tipo 1: Cabelo, pele, unhasTipo 2: Cartilagens e articulações   O colagénio pode ser encontrado ao longo do

Nas minhas consultas surgem, muitas vezes, perguntas associadas a tendências alimentares e uma delas é a Alimentação macrobiótica. Por isso, no episódio de hoje, estive à conversa com a Eunice Van Uden, psicóloga clinica e Macrocoach, criadora do projeto Macroproject, para vos ajudar a perceber se este é um regime alimentar com o qual se identificam, se há praticas que gostariam de começar a integrar e como o podem fazer.  Mais uma vez, além de uma filosofia alimentar, trago-vos uma história de vida que considero muito interessante, uma perspectiva que nos faz abrir os horizontes e que nos faz reforçar o básico:

ENTRETANTO NA NiT