Alimentação Saudável

Sopa Fria de tomate Serve 3 a 4 pessoas Ingredientes • 4 tomates médios • azeite, q.b. • 2 dentes de alho • 2 c.chá vinagre de Sidra, Salutem • sal e pimenta, q.b. • 500ml água • cubos de gelo, q.b. • tomilho, q.b. • crispy bread sésamo, Salutem Preparação: 1. Pré-aqueça o forno a 180ºC. 2. Lave e corte os tomates ao meio. Disponha-os num tabuleiro, previamente forrado com papel vegetal, regue com azeite e o vinagre de sidra, adicione o alho laminado, tempere com um pouco do sal e pimenta. Leve ao forno durante 20 minutos. 3.

A qualidade de vida é um importante impulsionador de saúde e bem-estar em qualquer faixa-etária, mas especialmente na população mais velha, dado que a qualidade de vida tende a piorar com a idade e, com o aumento do Índice de Massa Corporal. Segundo a OCDE, apesar do aumento da expectativa de vida aos 65 anos, ainda muitos adultos passam a sua velhice de saúde precária e instável. (3) O excesso de peso e obesidade e os hábitos alimentares inadequados são dos principais fatores de risco que mais têm contribuído para a perda de anos de vida saudável. (5)             Para um processo de perda de

Tem sido cada vez mais estudado e hoje sabe-se que, há uma estreita relação entre saúde intestinal e imunidade. Existem diversos fatores que podem provocar um desequilíbrio do nosso microbioma intestinal, sendo cada vez mais comum e afetando inúmeras pessoas. Nesta fase crítica de pandemia mundial, em que todos devemos procurar adquirir uma maior imunidade de forma a estarmos mais protegidos, é essencial refletirmos sobre este tema. A vida moderna traz níveis elevados de stress, muitas vezes refeições baseadas em alimentos mais processados, um consumo regular de álcool (mesmo que seja aquele copo de vinho ao jantar para relaxar), a prescrição

A alimentação Whole Plant Based (WPB), tem-se tornado cada vez mais conhecida e estudada nos últimos 5 anos, principalmente pelos benefícios metabólicos comprovados cientificamente, que têm sido bastante divulgados. Trata-se de uma estratégia alimentar, uma alimentação à base de plantas/vegetais, em que os alimentos são selecionados e consumidos na sua forma mais natural, completa, não refinada e minimamente processada.  Uma alimentação WPB, pode diferenciar-se em muito, de um regime vegetariano/vegano. Nesta, os alimentos são selecionados com a principal finalidade da escolha nutricional, mais natural e orgânica, tendo em conta a forma como os alimentos vão ser cozinhados e respeitando a sazonalidade destes, tirando

Sabia que os nossos intestinos são compostos por milhões de pequenos organismos vivos?  Ao conjunto desses microrganismos presentes nos intestinos, que são na sua grande maioria bactérias, mas também alguns vírus e fungos, dá-se o nome de microbiota intestinal. (1,2) Em geral, esta é composta maioritariamente por bactérias benéficas e promotoras da saúde, (2)que apresentam diversas funções, como combater microrganismos prejudiciais para o organismo, metabolização de nutrientes, obtenção de energia, e manutenção e regulação da imunidade intestinal. (3) Uma das formas de avaliar as comunidades que habitam o trato gastrointestinal é pela classificação taxonómica que distribui as bactérias em filos, classes, ordem, família, género e espécie, sendo

A FAO (2010), define a alimentação sustentável como, uma “dieta que deve proteger e respeitar a biodiversidade e os ecossistemas; culturalmente aceitável e acessível; economicamente justa; nutricionalmente adequada; segura e saudável; além de otimizar os recursos naturais e humanos”. É um facto que, para atingirmos uma alimentação sustentável, precisamos de sintonia de diversas áreas, não somente da nutrição. Uma alimentação saudável e sustentável é aquela que promove saúde, mas ao mesmo tempo que preserva futuro do meio ambiente. E saúde não é apenas a ausência de doenças, mas é também o estado pleno de bem-estar físico e social, tal como

O pólen de abelha, é um produto considerado funcional, usado desde o antigamente, parecendo apresentar diversos benefícios, dando apoio a várias patologias e sintomas, nomeadamente aos relacionados com alergias. No entanto, ainda não existem estudos suficientes, nem evidências de peso, que apoiem tal facto, muito principalmente porque o produto é heterogéneo, havendo vários fatores que podem fazer variar a sua composição nutricional, sendo difícil uma consistência e garantia dos resultados que se pretendem obter.  Não sendo teoria comprovada, especialistas sugerem que, a utilização de pólen de abelhas local, pode ajudar o sistema imunitário a reagir de forma mais adequada, ao criar-se

A ida ao supermercado é um momento de diversas escolhas. Sem darmos conta, entre tanta oferta alimentícia, podemos optar por trazer para casa, alimentos não processados, minimamente processados, processados e/ou ultraprocessados. Os alimentos não processados, ​​são naturais, ou seja, são aqueles que estão disponíveis para consumo tal como a natureza nos dá, como por exemplo, as partes comestíveis das plantas (como frutos, folhas, caules, sementes e raízes) ou de animais (como músculos, vísceras, ovos e leite), e também fungos, algas e água. Deste modo, estes são alimentos que se degradam muito facilmente, mas devem ser os principais constituintes para uma

Já ouviu falar em superalimentos? Concerteza que sim, pois são várias as marcas alimentícias que utilizam esta designação, como forma de marketing, para atrair a atenção dos consumidores para os seus produtos. Mas será que existem mesmo superalimentos?  A verdade é que não existe uma definição oficial para este termo, porém, esta é a designação utilizada para se referir a alimentos que possuem uma elevada densidade nutricional em vitaminas, minerais, fibras e/ou outros compostos como fitoquímicos e ácidos gordos, que contribuem com benefícios para a saúde.  (1) Neste sentido, o termo superalimento, remete-nos para a definição de alimento funcional, mais utilizado pela comunidade

Tanto a abóbora como a alfarroba são dois frutos com propriedades benéficas, mas que diferem bastante ao nível da sua composição nutricional.             A abóbora é pobre em calorias (11kcal/100g), com uma quantidade moderada de fibras, mas rica em vários tipos de carotenoides, especialmente b-caroteno, que lhe dá a sua cor laranja/amarela característica, e lhe conferem a sua propriedade antioxidante. Também contém flavonoides, com propriedades anticancerígenas, e esteróis que são convertidos em vitamina D no organismo.É também rica em vitaminas A, C e E. Contudo, contém muito poucos minerais, apenas apresenta valores apreciáveis de potássio e cálcio. (1) (2) (3)             A alfarroba, apresenta uma composição nutricional muito

ENTRETANTO NA NiT