açúcar Tag

No episódio de hoje vou falar-lhe um pouco sobre a Diabetes Mellitus e o conceito de índice glicémico. A ideia é explicar-me de forma simples as diferenças entre o tipo 1 e 2, como compreender o índice glicémico dos alimentos e ainda como interpretar a carga glicémica. Reforço que, caso sofra desta patologia, é de extrema importância aconselhar-se com o seu profissional de saúde para que tenha um plano alimentar adequado a si e saiba como combinar os alimentos da forma mais adequada. Espero que goste!

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define os “açúcares simples” como os mono e dissacáridos os açúcares naturalmente presentes no mel, xaropes, sumos de fruta e concentrados de sumo de frutas e os açúcares adicionados aos alimentos e às bebidas pela indústria alimentar, manipuladores de alimentos ou pelos consumidores.1Segundo a European Food Safety os “açúcares adicionados” são a glicose, frutose, sacarose, amidos hidrolisados (xaropes de glucose e frutose) e outras preparações isoladas de açúcar, também adicionados pela indústria, manipuladores ou consumidores.2 O consumo excessivo de açúcar tem vindo a ser associado a: - excesso de tecido adiposo3,4 - aumento do peso5 - aumento do risco de doenças crónicas não transmissíveis(Obesidade,

Quando o paciente é questionado em consulta sobre a quantidade de fruta que deve consumir diariamente a resposta é quase sempre a mesma: 3-5 peças. No entanto, este pensamento não está totalmente correto. Realmente o intervalo 3-5 surge nas recomendações feitas pela direção geral de saúde, no entanto o grupo de alimentos em questão não é apenas a fruta, mas sim 3-5 porções de frutas e vegetais. 1 porção equivale a 80g de fruta ou legumes ou 1 peça de fruta de tamanho médio ou ½ chávena almoçadeira de legumes cozinhados ou 1 chávena almoçadeira de legumes crus. O recomendado é a ingestão

Na tentativa de se reduzir o consumo de açúcar refinado têm surgido produtos no mercado como stevia ou açúcar de coco. No entanto, a dúvida persiste, será que este tipo de produtos são mais saudáveis que o açúcar de cana integral (açúcar mascavado escuro ou açúcar demerara)? O açúcar de coco é extraído a partir da seiva do coqueiro e tem um aspeto granulado e acastanhado. Neste processo não ocorre qualquer tipo de refinação do açúcar. O açúcar mascavado é um concentrado da cana do açúcar sem que haja um processo de refinação. Por isso, começamos por comparar dois açúcares integrais,

Ao longo dos anos tenho tentado reduzir ao máximo o consumo de açúcares refinados na minha alimentação seja nas receitas que faço em casa ou nos produtos que compro. O quadradinho de chocolate preto é uma presença habitual mas mesmo nesse tento que já não existam os tradicionais açúcar branco ou xarope de glicose frutose. Como já referi algumas vezes antes, não sou muito fã de adoçantes nem de produtos que os contenham e considero que esta tem sido a mudança mais difícil de fazer na minha alimentação. O açúcar e os adoçantes estão por todo o lado, mesmo nos

ENTRETANTO NA NiT