alimentos fermentados Tag

O kefir está cada vez mais na moda e são-lhe reconhecidos cada vez mais benefícios para a saúde. Conhece este alimento? O termo kefir deriva de uma palavra turca, “keyif”, cujo significado é “sabor agradável” (Azizi et al., 2021; Dimidi, Cox, Rossi & Whelan, 2019; Farag, Jomaa, El-Wahed & El-Seedi, 2020; Kim, Jeong, Kim & Seo, 2019). É produzido pela adição de uma cultura inicial (grãos de kefir) ao leite. Os grãos têm um aspeto parecido à couve-flor e apresentam uma cor que varia entre branco e amarelo. Estes grãos consistem em leveduras simbióticas fermentadoras de lactose; leveduras não fermentadoras de lactose;

Neste episódio tenho como convidada a Oksana, psicóloga que mais tarde tirou o curso de health coach e que hoje trabalha no seu blog “Dicas da Oksi”, onde faz inúmeros workshops, formações, e-books e livros de receitas. Quando foi viver para o Porto, para tirar o seu curso, começou a mudar a sua alimentação, começando a reduzir o consumo de carne, até que a removeu totalmente da sua dieta.             O nosso intestino tem imensas bactérias que vão fermentar os alimentos, mas para que elas sejam capazes de cumprir a sua função, é necessário que sejam alimentadas.  Os alimentos fermentados têm um sabor

Este é, provavelmente, o tópico que mais abordo nos meus workshops. Devemos consumir um bocadinho de probióticos todos os dias, a bem do nosso sistema imunitário e, por isso mesmo, devemos consumir alimentos fermentados. Como já escrevi no blog sobre a importância dos probióticos hoje escrevo-vos mesmo só sobre como fermentar legumes. Este processo de fermentação deixa-os ricos em probióticos e podemos juntá-los de seguida às sopas, aos nossos cozinhados normais ou consumi-los mesmo assim como um snack, por exemplo.  Este processo de fermentação faz com que as "más" bactérias morram e que os lactobacillus ("boas" bactérias) sobrevivam e convertam a