Compras Tag

            Neste episódio tenho como convidada a Eunice Maia, fundadora da “Maria Granel”, um conceito/marca que tem uma missão na área da sustentabilidade, a redução do desperdício. A Eunice é professora de português e literatura e, era extremamente consumista, tendo vindo, através do seu projeto, mudando os seus hábitos de vida. Primeiramente começou por comprar a granel, com os seus próprios recipientes, conceito que é muito utilizado no seu espaço. De seguida, deixou de comprar em grandes superfícies e a frequentar os mercados biológicos. E lentamente, foi fazendo uma transição ecológica na sua casa. Para a Eunice, o estilo de vida zero

Neste episódio tenho como convidada a Joana Limão, autora do blog “Please Consider”, com uma visão genuína e uma atitude positiva com a vida, que nos vem falar de como ter uma vida mais consciente e cuidada.              Começa por nos falar do seu percurso de vida e formação, até perceber a sua paixão pelos alimentos, acabando depois por criar o seu primeiro blog de receitas saudáveis e, posteriormente, o seu blog atual, baseado num estilo de vida mais sustentável, mais saudável e mais natural, à base de plantas e menos químicos. Fala-nos dos seus retiros de desenvolvimento pessoal, nos quais trabalha

Neste episódio tenho como convidada a Catarina Barreiros, autora do blog “Do Zero”, ativista de uma vida sem desperdício e com a mínima pegada ecológica e cética a teorias da conspiração e golpes de marketing, e que vem aqui falar-nos de como simplificar a redução do desperdício. Começamos percebendo como a Catarina começou todo este processo e qual a melhor maneira de começarmos a mudar, falando no comprar a granel, no reaproveitamento de alimentos e na reciclagem. Fala-nos das dificuldades sentidas em comprar a granel com o surgimento da pandemia e quais os alimentos que devemos priorizar (secos, que conservem

Neste episódio tenho como convidada a Inês, uma especialista em finanças, que nos vem falar das finanças no que toca à alimentação, à gestão do orçamento para comer em casa ou fora e desmistificar o conceito de que a alimentação saudável é mais cara. Como primeiro passo, é importante termos noção do quanto é que estamos a gastar em alimentação e, para isso, a Inês dá-nos algumas dicas para sermos mais organizados e fazer uma alimentação mais consciente e de encontra aos nossos objetivos financeiros.              Começa por nos contar sobre o seu percurso profissional e da criação do seu blog “Mais

Neste episódio vou abordar um tema que ainda suscita muitas dúvidas e partilhar com vocês a minha maneira de interpretar um rótulo alimentar e o que mais me preocupa. Irei ter como critério de seleção, rótulos de produtos recomendáveis, e não fazer uma comparação entre produtos.              Quando olhamos para um produto, devemos ter em atenção dois parâmetros: a lista de ingredientes e a tabela nutricional. Na lista de ingredientes devemos ter em consideração a ordem em que os ingredientes aparecem listados, quais os ingredientes que a compõem, se são reconhecíveis e quais os nutrientes que posso retirar dos mesmos. Devemos procurar

ENTRETANTO NA NiT