diarreia Tag

Os probióticos são microrganismos vivosque, quando administrados nas quantidades adequadas, conferem benefício à saúdedo hospedeiro (Dey & Mookherjee, 2021; Kiousi, Rathosi, Tsifintaris, Chondrou & Galanis, 2021; Snigdha et al., 2022). Os probióticos mais comunssão: Lactobacillus, Bifidobacterium, Saccharomyces, Streptococcus, Enterococcus, Escherichiae Bacillus (Han & Ren, 2021). Recentemente têm sido estudados as diversas aplicações dos probióticosem algumas patologias. Tem havido evidência que sugere que os probióticos têm potenciais terapêuticos benéficosem diversas condições do sistema nervoso central. Alguns exemplos são: ansiedade, esquizofrenia, depressão, autismo e doença Parkinson(Snigdha et al., 2022).  Outras condições onde se consegue verificar um impacto benéfico dos probióticossão: nas concentrações de colesterolsanguíneo; desordens do fórum inflamatório; distúrbios metabólicos (obesidade e diabetes) e cancro(Kiousi et al., 2021). Os benefícios dos probióticos são conseguidos

Neste episódio trago-vos de volta a Ana Isa Rocha para nos falar sobre intestino que, sendo um órgão tão emocional, não só é influenciado pela alimentação, como pela forma como vivemos e lidamos com as situações do dia a dia.              A função do intestino, é assimilar o essencial, ou seja, absorver todos os nutrientes, e descartar o que não faz sentido ao nosso organismo. Sintomas como a diarreia ou obstipação significam que o nosso intestino não estará a funcionar da forma correta. Segundo a medicina chinesa, deveríamos de ir cerca de 3 vezes por dia à casa de banho, mas varia

Neste episódio falo-vos sobre o intestino e pretendo desmistificar e normalizar os problemas intestinais. A saúde intestinal tem sido cada vez mais estudada devido ao seu grande impacto no humor, depressão, gestão de peso, metabolismo dos alimentos e, existe também a sua grande relação com a saúde digestiva, começando problemas na parte superior do intestino (infeções bacterianas, refluxo, azia, enfartamento) porque a digestão não está a ser bem feita. Estes problemas acontecem com muita frequência, principalmente durante períodos de stress ou toma de antibióticos. A alimentação tem também um grande impacto, sobretudo porque a nossa microbiota se alimenta do que