dieta Tag

Quando o paciente é questionado em consulta sobre a quantidade de fruta que deve consumir diariamente a resposta é quase sempre a mesma: 3-5 peças. No entanto, este pensamento não está totalmente correto. Realmente o intervalo 3-5 surge nas recomendações feitas pela direção geral de saúde, no entanto o grupo de alimentos em questão não é apenas a fruta, mas sim 3-5 porções de frutas e vegetais. 1 porção equivale a 80g de fruta ou legumes ou 1 peça de fruta de tamanho médio ou ½ chávena almoçadeira de legumes cozinhados ou 1 chávena almoçadeira de legumes crus. O recomendado é a ingestão

Na elaboração de um plano alimentar são usadas medidas exatas para a descrição da quantidade de alimentos a ingerir ao longo do dia. Para que o cálculo da ingestão calórica seja o mais específico possível e para corresponder às necessidades energéticas de cada indivíduo, as unidades utilizadas para a descrição do plano são as gramas e/ou os mililitros. Para um profissional de saúde na área de nutrição, as quantidades descritas nestas unidades já são facilmente transpostas para uma porção visual, no entanto na maioria dos casos para um paciente que está a iniciar a sua reeducação alimentar e a sua dieta,

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a nutrição é uma área onde a individualidade está muito presente. As recomendações propostas pelo nutricionista ao seu paciente variam de acordo com o objetivo, composição corporal, rotinas entre outros aspetos. No entanto, existem algumas sugestões que podem e devem ser aplicados pela população em geral, contribuindo para um estilo de vida mais saudável. Uma destas sugestões que pode criar como rotina é a forma como compõe o seu prato. Para que a construção da sua refeição seja saudável e nutricionalmente mais equilibrada pode compor o seu prato da seguinte forma: se dividir o seu

Uma vez tendo estabelecido os objetivos, sendo estes específicos, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e sensíveis ao tempo, agora é altura de fazer um plano para os atingir. Devagar se vai longe– Os novos hábitos não se criam da noite para o dia e por isso é importante fazerem um plano com vários passos pequenos que terão de dar para atingir o objetivo. É considerado bastante normal haver alguma dificuldade em alterar hábitos que fazem parte da nossa rotina há anos. Por exemplo, imaginem que não fazem atividade física quase nenhuma e estabelecem o objetivo de ir ao ginásio todos os dias. Penso

Depois das festas parece que todos nos sentimos cheios de comida, fartos de comer e a querer livrar-nos dos excessos certo? Bem eu sinto-me sempre assim e acredito que não esteja sozinha :) Além de ter reforçado o exercício fisico cardiovascular para "queimar" estes excessos mais rapidamente, hoje trago-lhe uma sugestão para desintoxicar em 3 fases durante o mês de Janeiro. Para saber quanto tempo precisa de estar em cada fase, que alimentos deve comer em cada refeição e em que quantidades, venha ter comigo para uma consulta de Nutrição ;) Fase 1 – Desintoxicação Digestiva A saúde depende de uma boa

O jantar é uma refeição que suscita muitas dúvidas, sobretudo para quem quer manter o peso e emagrecer. Muitas pessoas passam o dia inteiro a comer de forma saudável e equilibrada e, quando chegam a casa, na chamada “hora do lobo” estragam todo os esforço do dia comendo demasiado ou com má qualidade. Será que posso comer hidratos de carbono depois das 18h? Será que devo comer só sopa para perder peso? Se ficar cheio de fome depois do jantar posso fazer ceia? São muitas as questões que me colocam sobre esta refeição mas aquilo que tento sempre transmitir são as

ENTRETANTO NA NiT