intestino Tag

A dieta é uma das principais influências na microbiota (microrganismos que se encontram no intestino) intestinal e muitas das bactérias que são ingeridas podem unir-se temporariamente a esta afetando, possivelmente, o seu comportamento. A fermentação dos alimentos é um processo usado desde há milhares de anos como uma forma de preservar alimentos. Este processo é realizado por microrganismos (como bactérias) ou células presentes nos produtos lácteos, nos vegetais ou até mesmo nos chás (como é o caso do Kombucha). Estas bactérias encontram-se em grande quantidade nestes alimentos fermentados sendo denominadas por probióticos. Os probióticos têm uma série de efeitos benéficos

O nosso intestino é, muitas vezes, referido como o segundo cérebro por diversas razões, uma das quais sendo que o intestino e o cérebro estão efetivamente conectados, podendo ter um efeito direto um sob o outro. É incrível ver como a ciência tem avançado, permitindo-nos conhecer melhor o intestino e como a saúde do mesmo afeta a digestão, o humor, o estado mental e físico e até mesmo a influencia que pode ter no desenvolvimento de algumas patologias.  O intestino é responsável por inúmeros processos corporais. Curiosamente, ele contém uma quantidade de células nervosas semelhante à da medula espinal, e tem

O organismo humano é colonizado por uma imensidão de microrganismos. São cerca de 100 triliões as bactérias, fungos, vírus, protozoários e parasitas eucarióticos que cobrem todo o nosso corpo desde a pele, a boca, o nariz, as orelhas ou mesmo o intestino. Nesta diversidade de microbioma conseguimos encontrar cerca de 10000 espécies diferentes cada uma com o seu DNA específico, e todas elas têm um papel central da nossa saúde. Este microbioma é quase considerado um órgão por si só, quase tão importante para o nosso organismo como os pulmões, o fígado ou os rins. Ao longo dos anos têm sido

ENTRETANTO NA NiT